Badi e o Forró dos Coroné, no Bambu Brasil, Vila Madalena (SP)

Dia 26 Junho: Forró dos Coroné e Badi Assad!!!

Gabriel Levy, Carlinhos Antunes e eu!
Num passeio pela música regional do Brasil.

VENHAM!!!

No Forró do Bambu,

A mais nova tradição da cidade!

Após marcar a noite paulistana com concorridíssimas noitadas brasileiras,
o Bambu Brasil Bar, no coração da Vila Madalena,
reabre suas portas para o melhor da música dançante nacional.
Para isso trará um time estrelado de grandes artistas da música brasileira.

Todos os Domingos, 19hs! (A casa abre às 18hs)

Show começa às 19hs!!
Preço de entrada: R$20.

No Bambu Brasil Bar, Rua Purpurina 272
Vila Madalena – São Paulo – SP.

Faça sua reserva para não ficar de fora!

Telefone: (11)3031-2331 e +5511 985938777(+whatsapp)
Email: marcofilizola@gmail.com
Site da casa: http://www.bambubrasilbar.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/events/1640700282922922/

Curadoria e Produção: Geórgia Gugliotta (geogtta@yahoo.com)
Artes Gráficas: Fábio Yllen (fabioyllen@gmail.com)Badi_Assad

Na plenitude da música

por Carlos Guimarães Coelho

Poderia ter mais gente. Mas, era um público seleto. Cerca de 70% das poltronas do Teatro Municipal estavam ocupadas no dia 22 de abril para apreciar uma das performances musicais mais inusitadas, interessantes e inventivas que já passaram por aquele palco. Era o show de Badi Assad, retornando a Uberlândia depois de 25 anos.

Em sua primeira vinda à cidade, no ano de 1991, Badi conquistou o público por sua participação no espetáculo cênico-musical “Mulheres de Holanda”, quando brilhou em memoráveis momentos solo. Inesquecível, por exemplo, suas interpretações de “Joana Francesa” e “Uma Canção Desnaturada”, ambas de Chico Buarque, como todo aquele repertório. Meses depois, por aqui também realizou show no extinto Public Bar e gravou VT institucional para a TV Triângulo, atual TV Integração. Já era famosa na época e acumulava prêmios como revelação da música brasileira, fosse como violonista ou como cantora. De lá pra cá, só houve evolução e sua musicalidade atingiu proporções quase inacreditáveis, como constatado no show há menos de duas semanas.

No virtuosismo instrumental ou em exuberantes vocais, a apresentação de Badi prima pela versatilidade. De momentos extremamente intimistas, com canções do cancioneiro popular ou pérolas da MPB, de sua autoria e de amigos como Chico César e Chico Buarque, às pegadas de rock’n roll, houve uma cantora antenada com os acordes que defende e propícia ao balanço de qualquer esqueleto.

Versátil e eclética, ela trouxe para o nosso palco um universo de possibilidades musicais no braço de seu violão, com harmonias densas ou não, e na utilização do seu corpo, como alegoria mesmo da música interpretada, transformando-o também em instrumento percussivo, em batidas ressonantes no peito ou movimentos labiais que sopravam sonoridades. Impressionou mais ainda o fato de conseguir tocar, dançar, soprar percussões e cantar, pasmem, simultaneamente.

O vigor e a versatilidade de Badi agradaram o público de tal forma que a artista não pôde fugir do bis. Antes dele, desfilou três canções de seu CD infantil, um das dezenas que ela gravou ao longo de sua carreira. Junto ao bis, à capela, ela também brincou com as sonoridades de nossa mata, libertando da garganta os pássaros que nos representam.

A vinda da artista a Uberlândia aconteceu por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, em projeto proposto pela também violonista Lorraine Albina, chamado de O Violão Nosso de Cada Dia, no qual ela consegue viabilizar a vinda de célebres músicos brasileiros e internacionais. Já que os recursos da lei são escassos, houve cobrança de ingressos com o preço bastante popular. Não se sabe se por insuficiência na divulgação ou pelo fato de o show acontecer em pleno feriado prolongado, isso e a altíssima qualidade da atração não foram suficientes para lotar o Teatro Municipal. Uma pena. Foi show de primeiro mundo e merecia ser visto por mais pessoas.

Via Correio de Uberlândia

713704d9f3cd86bfa80aadd5311cad87_full

Dear Badi,

I hope all is well! I’ve got good news! We are finally ready to launch our ambitious project Billion Signs! It took me somewhat longer then expected ;) but I’m very proud to announce that we are launching our website billionsigns.com today with more then 200 celebrities from 46 countries worldwide involved!! To name just a few: David Guetta, Avicii, Sean Paul, Robbie Williams, Olly Murs, Wyclef Jean and many others!

Now we just need to inspire the rest of the world to upload their peace sign pictures as well! ! Since we are aiming to attract a billion peace sign pictures! With each uploaded picture we automatically will generate 1 cent for children of war by donating this to charity organization War Child. These cents are provided by our sponsors!

Everyone that has worked on this project and helped me out did so completely non profit!

You can help us realising our goal, of reaching 1 billion peace sign pictures, by sharing one (or both) of the following options on your social media channels:

- Your peace sign picture on our website:

Last month we have recorded a great commercial starring Obama! Would be great if you would like to share this commercial on your social media channels so everyone gets to know our initiative!!!

Together we can make this happen!! :)

Best wishes,

Wouter Cornet

Bola di Nieve por Badi

topmagazine-badi-artigo
Bola de Nieve é como uma daquelas pequenas bolas de neve que ao rolar desfiladeiro abaixo se transformam em algo gigantesco e poderoso. Ele era assim. Entrava no palco, sentava-se a frente de seu inseparável piano, abria voz rascante e crescia. Deixava de ser dono de estatura pequena, de ter pele negra e de ser gay, crescia tanto que nos arrebatava, e sempre arrebatará, nosso fôlego.

Leia mais no site da Top Magazine